: Eixo Temático da Edição Dezembro 2020: ARTE e COVID-19

Tanto na antiguidade, como na época medieval, assim como na Renascença e época contemporânea, a sensibilidade dos artistas tem-se dedicado à vontade de representar a realidade atingida, devastada e destruída do seu tempo: as doenças, as guerras, as feridas, a morte, o trauma, em suma, a nossa finitude.
A arte tem reflectido muito filosoficamente sobre as pandemias criando imagens contemplativas: desde os efeitos da peste negra do século XIV, aos efeitos traumáticos da geração afetada pelo HIV com um impacto forte na arte sobretudo dos anos 90. Se a arte soube explorar sentimentos de dor, medo, isolamento, também teve um papel especialmente importante como testemunho de alento e superação humana.
A arte nestes tempos de confinamento do séc. XXI chega-nos por meios áudio visuais tão acelerados e evoluídos que a sua contemplação pode ter tanto de terapêutico e pedagógico, como de aterrorizante e perturbador.
Este eixo temático da Revista Art&Sensorium visa potenciar uma reflexão de um tempo vivido com experiências em primeira mão, de um tempo em construção, pois só ao futuro cabe a lição desta pandemia do Covid-19 e então se saberá como foi representada na arte destes dias.
Assim convidamos os investigadores interessados a enviar artigos ou ensaios que explorem esta relação entre Arte e Covid 19, já que o Passado nos deixou um riquíssimo legado que hoje olhamos com estranha familiariedade.

Teresa Lousa Mikosz