A LUDICIDADE DO JOGO VOCAL NO DESENVOLVIMENTO DA CONSCIÊNCIA CRIATIVA

Janaína Träsel Martins

Resumo


Este artigo oferece reflexões sobre questões epistemológicas a respeito do
desenvolvimento da consciência vocal-corpórea criativa na formação do ator. Parte-se da hipótese de que através da ludicidade do jogo vocal o aluno desenvolve a consciência sonora em sua plenitude corpórea, energética, imagética, na unidade que permeia as dinâmicas da voz ao movimento do corpo em criatividade artística. Com o foco nos jogos vocais, tais questões são estudadas desde o ponto de vista da ludicidade nas relações da técnica vocal com a improvisação corpórea e com o imaginário poético. Os jogos vocais para a prática do ator estão embasados em um fazer pedagógico fundamentado no desenvolvimento da consciência criativa para a composição da dramaturgia do ator.


PALAVRAS-CHAVES: jogo vocal, consciência corpóreo-vocal, composição para atores


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Contato

Revista Científica / FAP

Rua dos Funcionários 1357 – Cabral

Curitiba - PR - 41 3250-7339 - 41 3250-7301

revistadeartes.fap@unespar.edu.br