ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS NO MERCADO TURÍSTICO: ESTUDO DE CASO SOBRE OS HOTÉIS DE CHARME

Fábio Luciano Violin, Gabriela Ferreira Pires, Wesley Santos Batista Lima

Resumo


Para satisfazer as necessidades de todos os tipos de consumidores é essencial que as empresas estabeleçam metas, estratégias capazes de agregar valor através da oferta de seus produtos e/ou serviços. Em relação ao setor hoteleiro a importância da utilização dessas ferramentas não deixa de ser importante, como qualquer empresa, os hotéis também precisam administrar

o marketing buscando a melhor forma de apresentar sua oferta ao mercado. Pensando nisso, este trabalho tem o intuito de mostrar os Hotéis de Charme como exemplo de sucesso, que compreende a importância da qualidade dos serviços na hotelaria e buscam atrair seus clientes priorizando o atendimento personalizado, além de focarem na responsabilidade ambiental e inserir a comunidade local nos serviços. Esses são alguns dos elementos que podem ser vistos como estratégicos e que são capazes de trazer resultados promissores aos empreendedores.


Palavras-chave


Turismo, Hotéis de Charme

Texto completo:

PDF

Referências


Blum V.M. (2015). Atração e retenção de clientes por meio de estratégias mercadológicas para a empresa Jinga Bar. Recuperado em 20 de março de 2015 de http://siaibib01.univali.br/pdf/Vinicio%20Marin%20Blum.pdf.

Castro, N. C. W; Barreto, L. K. S & Castro, G. C. A (2015) Consumo e educação ambiental: uma análise em hotéis do RN vinculados à associação roteiros de charme. Revista ESPM. Recuperado em 7 de março de 2015 de http://www.espm.br/download/Anais_Comunicon_2012/comunicon/gts/gtdez/ CASTROBARRETOAZEVEDO.pdf.

Dencker, A.F.M. (2004) . Métodos e técnicas de pesquisa em turismo ( 8ª ed.). São Paulo:Futura.

Domingues, C. (2014). Prontuário Turístico. Leya.

Guimarães, A.T.R.; Dutra, I.S; Almeida, F.A.S; Zaccarelli, S.B & Riccio, E.L. (2008). O caso dos hotéis da associação roteiros de charme: competir e vender como em rede de negócios? XXV Simpósio de Gestão de Inovação Tecnológica. ANPAD.

Guimarães, A.T.R.; Dutra, I.S; Almeida, F.A.S; Zaccarelli, S.B & Riccio, E.L (2015). Planejamento estratégico em redes de negócios: análise ambiental em uma rede de hotéis e pousadas. Recuperado em 19 de março de 2015 de http://www.ead.fea.usp.br/eadonline/grupodepesquisa/publica%C3%A7%C3%B5es/Martinho/101.pdf .

Santos, F; Kalfetz, J. O. S. (2011). Felissimo exclusive hotel charme x demanda. Recuperado em 19 de março de 2015 de http://siaibib01.univali.br/pdf/Fernanda%20dos%20Santos,%20Josiane%20Otilia%20de%20Souza%20Kalfeltz.pdf.

Silva, D. R. F; Mota, K. C. N. (2015). O segmento da hotelaria de charme como estratégia mercadológica no Ceará. Recuperado em 19 de março de 2015 de http://www.ucs.br/ucs/tplSeminTur2010/eventos/seminario_de_pesquisa_semintur/anais/grupo_jr_03/arqui vos/arquivos_jr/03/O%20Segmento%20da%20Hotelaria%20de%20Charme%20como%20Estrategia%20Mercadolog.pdf.

Spanhol, C. P; Mendonça, I. T; Mendonça, M. T; Silva, V. F; Lima, D. O. F. (2010). Estratégias mercadológicas: um estudo multicascos em hotéis no município de Água Clara/MS. INGEPRO – Inovação, gestão e produção. 2 (12), 19-31.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.