DESVIO E REGRA: LINGUAGEM DO DESENHO

Denise Bandeira, Thalita Sejanes

Resumo


O artigo reflete sobre o ensino e a prática do desenho a partir de uma pesquisa
exploratória, realizada no final da década de 1990, na Faculdade de Artes do Paraná e, também, de relatos sob o ponto de vista do aluno, transformados em diários entre 2003 e 2009. Este trabalho foi motivado pelas discussões sobre o processo criativo e desenho, durante encontros de orientação do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) da FAP. Na seqüência,
identificou-se a crítica genética como possibilidade de pesquisa e de contribuição para uma cartografia dos processos de criação. O desenho pode ser entendido enquanto processo de criação e de comunicação da arte e, além de ampliar o campo de investigação, sugere uma metalinguagem.

PALAVRAS-CHAVE: ensino e prática de desenho, processo criativo, crítica genética, comunicação


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Contato

Revista Científica / FAP

Rua dos Funcionários 1357 – Cabral

Curitiba - PR - 41 3250-7339 - 41 3250-7301

revista.mosaico@unespar.edu.br