A LUDICIDADE NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA: UM RELATO ACERCA DO ATENDIMENTO ÀS CRIANÇAS EM UMA ESCOLA NO MUNICÍPIO DE PARINTINS-AMAZONAS

Glenda Gabriele Bezerra Beltrão

Resumo


Este relato tem por objetivo compreender como acontece o atendimento a criança em uma escola no Município de Parintins por meio da disciplina Criança, Sociedade e Cultura do curso de Pedagogia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Trata-se de uma pesquisa qualitativa e como método de abordagem utilizamos o tipo etnográfico que nos permitiu a inserção no local da pesquisa por período prolongado, onde pudemos realizar entrevistas com a gestora, professora e  aluno, sendo também realizado uma roda de conversa com as mães das crianças. Para isso nos fundamentamos em autores como: Kramer (2003); Valente (2002); Carvalho (2010) e André (2012). Percebemos que a Escola Municipal, juntamente com os profissionais que dela fazem parte, desenvolve um trabalho significativo com as crianças através de atividades lúdicas, danças e ações sociais. Conclui-se que o trabalho realizado no ambiente escolar é de suma importância para o desenvolvimento do ensino aprendizagem das crianças, principalmente quando a família e a escola trabalham em parcerias para a construção de uma educação de qualidade.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRÉ, Marly Eliza Dalmazo Afonso de. Etnografia da pratica escolar. 18º Ed. Campinas, São Paulo. Papirus, 2012.

CARVALHO, Audrey. O lúdico no desenvolvimento da criança. 1. Ed. São Paulo: Rideel, 2010.

KRAMER, Sonia. Autoria e autorização: questões éticas na pesquisa com crianças. Departamento de Educação da PUC- Rio, 2002.

REDIN, Marita Martins. Crianças e suas culturas singulares. In MULLER, Fernanda; CARVALHO, A. M (orgs). Teoria e prática na pesquisa com crianças: diálogos com Willian Corsaro. São Paulo: Cortez, 2009.

VALENTE, J.A. Repensando as situações de aprendizagem: o fazer e o compreender. Boletim do Salto para o Futuro. TV ESCOLA. Brasília: Secretaria de Educação a Distância – SEED. Ministério da Educação, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.