Clarice Lispector no ensino fundamental: “Ou toca ou não toca”

Pamela de Lima da Silva, Lucas Corrêa Gomes, José Marinho do Nascimento

Resumo


Neste artigo, tem-se como objetivo relatar a experiência pedagógica adquirida com a aplicação em salas de aula de uma oficina de leitura, tendo como base a vida e a obra de Clarice Lispector. Foram utilizadas frases da escritora para uma breve introdução do assunto aos alunos de sétimo e oitavo ano do ensino fundamental II. Após uma pequena discussão, iniciou-se a leitura de um conto da autora. Após a observação dos resultados, notamos o interesse deles em buscar mais informações e obras de Clarice. Percebeu-se o êxito que se pode atingir com autores considerados complexos para essa faixa etária com a aplicação de oficinas diferenciadas. A finalidade da apresentação é demonstrar a importância do estímulo à leitura por meio da intervenção docente.


Palavras-chave


Prática pedagógica; leitura; Clarice Lispector

Texto completo:

PDF

Referências


GÓES, Lúcia Pimentel. Introdução à literatura infantil e juvenil. São Paulo: Pioneira, 1984.

LISPECTOR, Clarice. A hora da estrela. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

__________________. Uma aprendizagem ou O livro dos prazeres. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

__________________. Entrevista concedida a Júlio Lerner. [1977]. Disponível em: . Acesso em: 02 jun.2015.

MEIRELES, Cecília. Problemas da literatura infantil. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

SANTOS, Roberto Corrêa. As palavras de Clarice Lispector. Rio de Janeiro: Rocco, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.