A concepção de força de Roger Boscovich

Milene Rodrigues Martins, Marcos Cesar Danhoni Neves, Daniel Gardelli

Resumo


 

Resumo: O presente artigo apresenta, ainda que suscintamente, a vida e obra do importante físico, astrônomo e filósofo Roger Joseph Boscovich (1711-1787). Em especial, busca-se apresentar as relevantes e por vezes desconhecidas contribuições de Boscovich para o desenvolvimento do conceito de força no contexto histórico do século XVIII, tendo em vista sua concepção de que as partículas elementares, das quais a matéria é constituída, eram pontos não estendidos e indivisíveis e, de acordo com a distância em que se encontravam estes pontos, era possível presenciar uma força atrativa ou repulsiva, que pode ser representada graficamente por uma curva. A teoria de Boscovich permitiu uma compreensão do conceito de força.

 


Texto completo:

113-124

Referências


BOSCOVICH, R. J. A Theory of Natural Philosophy. Latin-English Edition. Chicago/London: Open Court Publishing Company, 1922.

JAMMER, M. Conceitos de força: estudos sobre os fundamentos da dinâmica. Rio de Janeiro: Contraponto, 2011.

MARKOVIC, Z. Boskovic, Rudjer J. In: GILLISPIE, Charles Coulston (ed). Dictionary of Scientific Biography. New York: Charles Scribner’s Sons, 1981, v. 2, p. 326-332.

SPENCER, J. Brookes. Boscovich's Theory and its Relation to Faraday's Researches: An Analytic Approach. Archive for History of Exact Sciences, v. 4, n. 3, p. 184-202, 1967.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.