A temática das mulheres na cultura histórica escolar através do material didático

Isabela Candeloro Campoi, Larissa Klosowski de Paula

Resumo


 Com as modificações ocorridas no campo da historiografia, novos objetos de estudos e novas temáticas adentraram o cenário dos estudos históricos colaborando para uma renovação das fontes de pesquisas, das metodologias e dos disseminadores da cultura histórica como um todo. Assim, uma das modificações ocorridas nesse processo resultou na ascensão da história das mulheres na historiografia, reflexo dessa revisão metodológica que afetou a escrita da História de modo geral, desembocando em uma tendência renovadora gradativamente repercutida na cultura histórica escolar. Partindo desses pressupostos, este artigo apresenta, por meio dos resultados de pesquisas bibliográficas acerca da temática, a ascensão da história das mulheres na historiografia, e, consequentemente, nos documentos que norteiam a educação e o ensino de História consubstanciado nos livros didáticos. Para tanto, foi importante considerar as reivindicações de movimentos sociais, no caso, o feminismo, como fator contribuinte neste processo, assim como as formas pelas quais a temática das mulheres compõe os documentos norteadores da educação e, por fim, os materiais didáticos, dos quais se optou pelas três coleções mais distribuídas para a modalidade Ensino Médio no ano de 2015. Além disso, vale ressaltar que, embora muito se tenha avançado no que se refere à temática das mulheres, enquanto sujeitos do processo histórico, ainda há um longo caminho a ser percorrido quando se trata das formas pelas quais essa temática se encontra no material didático, principal disseminador da cultura histórica escolar.

Palavras-chave


História das Mulheres, Ensino de História, Livros Didáticos de História

Texto completo:

86-113

Referências


BRASIL, Lei de Diretrizes e Bases. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996.

______, Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN). Bases Legais. MEC/SEF, 2000a.

______, Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN). Parte IV: Ciências Humanas e Suas Tecnologias. MEC/SEF, 2000b.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de História: Fundamentos e Métodos. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 2008.

BUOLOS JÚNIOR, Alfredo. História Sociedade e Cidadania : volume único : ensino médio / Alfredo Buolos Júnior. – 2. Ed – São Paulo : FTD, 2013.

BOURDÉ, Guy. MARTIN, Hervé. As Escolas Históricas. Portugal : Publicações Europa-América/Fórum da História, 1983.

BRAICK, Patrícia Ramos; MOTA, Myriam Becho Mota. História das Cavernas ao Terceiro Milênio: das origens da humanidade à expansão marítima europeia. 3.ed. São Paulo. Moderna, 2013.

____________________; ______________________. História das Cavernas ao Terceiro Milênio: da conquista da América ao século XIX. 3.ed. São Paulo. Moderna, 2013.

____________________; ______________________História das Cavernas ao Terceiro Milênio: do avanço imperialista no século XIX aos dias atuais. 3.ed. São Paulo. Moderna, 2013.

CAMBI, Franco. História da Pedagogia. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1999.

COTRIM, Gilberto. História Global: Brasil e geral - 1. 2.ed. São Paulo : Saraiva, 2013.

______________. História Global: Brasil e geral - 2. 2.ed. São Paulo : Saraiva, 2013.

______________. História Global: Brasil e geral - 3. 2.ed. São Paulo : Saraiva, 2013.

DELORS, Jacques. Educação: um tesouro a descobrir. 3. ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF:MEC/UNESCO, 1999. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI.

FONSECA, Selva Guimarães. Didática e Prática do Ensino de História: Experiências, Reflexões e Aprendizado. Campinas, SP. Papirus, 2003.

Guia de livros didáticos : PNLD 2015 : história : ensino médio. – Brasília : Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2014. 140p. : il. ISBN: 978-85-7783-164-7

IBÁÑEZ, Rachel Sánchez; MARTÍNEZ, Pedro Miralles. Pensa en la historia y enseñar en las aulas: estado de la cuestión y restos de futuro. In: Tempo e Argumento. Florianópolis : vol. 6, n. 11, p. 278-289, Jan/Abr. 2014.

Jörn Rüsen e o Ensino de História. Orgs: SCHMIDT, Maria Auxiliadora; BARCA, Isabel; MARTINS, Estevão de Rezende. Curitiba: Ed. UFPR, 2011.

MATOS, Maria Izilda Santos de. História das Mulheres e das Relações de Gênero: Campo Historiográfico, Trajetórias e Perspectivas. Mandrágora, v.19. n. 19, 2013, p. 5-15 DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-0985/mandragora.v19n19p5-15.

MEDEIROS, Daniel Hortêncio de. A Formação da Consciência Histórica Como Objetivo do Ensino de História no Ensino Médio: o Lugar do Material Didático. 2005. Tese (Doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

NADAI, Elza. O ensino de História no Brasil: trajetória e perspectiva. Revista Brasileira de História, 13(25/26), 143-162. 1992

OLIVEIRA, Carla Karinne Santana. “O Livro Didático Ideal” em Questão: Estudo da Teoria da Formação Histórica de Jörn Rüsen em Livros Didáticos de História (PNLD-2008). 2012. Dissertação (Mestrado em História). Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa.

PERROT, Michelle. Os Excluídos da História: operários, mullheres e prisioneiros. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

REIS, José Carlos. A História Entre a Filosofia e Ciência. São Paulo: Ed. Ática, 2000.

RÜSEN, Jörn. Razão Histórica. Teoria da História I: os fundamentos da ciência da história. Brasília ; Ed. Unb, 2001.

___________. Reconstrução do Passado. Teoria da História II: os princípios da pesquisa histórica. Brasília ; Ed. Unb, 2007.

___________. História Viva. Teoria da História III: formas e funções do conhecimento histórico. Brasília ; Ed. Unb, 2007.

SALLES, André Mendes. Ensino de História, Livros Didáticos e Cultura Histórica. In: OLIVEIRA, Carla Mary S.; MARIANO, Serioja Rodrigues Cordeiro. Cultura Histórica e Ensino de História. João Pessoa, Editora da UFBP, p. 39-64, 2014.

SCHMIDT, Maria Auxiliadora Moreira dos Santos. Cultura Histórica, Ensino e Aprendizagem de História: questões e possibilidades. In: OLIVEIRA, Carla Mary S.; MARIANO, Serioja Rodrigues Cordeiro. Cultura Histórica e Ensino de História. João Pessoa, Editora da UFBP, p. 39-64, 2014.

SCOTT, Joan Wallach. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. In: Educação e Realidade. Porto Alegre, vol. 20, n. 2, p. 71-99, Jul/Dez. 1995.

SILVA, Cristiani Bareta da. O Saber Histórico Escolar Sobre as Mulheres e Relações de Gênero nos Livros Didáticos de História. In: Caderno Espaço Feminino. Vol. 17, nº 1, pp 219-246, 2007.

SMITH, Boniie G. Gênero e História: Homens, Mulheres e a Prática Histórica. Bauru; São Paulo, EDUSC, 2003.

SOIHET, Rachel. História das Mulheres. In: CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo. Domínios da História: ensaios de teoria e metodologia. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

SOIHET, Rachel. PEDRO, Joana Maria. A Emergência da Pesquisa da História das Mulheres e das Relações de Gênero. In: Revista Brasileira de História. São Paulo. Vol. 27, nº 54, p. 281-300, 2007.

TEDESCHI, Losandro Antônio. O Fazer Histórico e a Invisibilidade da Mulher. OPSIS - Curso de História. Dossiê Teoria da História. Universidade Federal de Goiás - Campus Catalão. Catalão - GO, v. 7, n. 9, jul-dez. 2007. p. 329-339. ISSN: 1519-3276

VAINFAS, Ronaldo. História das Mentalidades e História Cultural. In: CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo. Domínios da História: ensaios de teoria e metodologia. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

______, Ronaldo. História da vida privada: dilemas, paradigmas, escalas. In: Anais do Museu Paulista. São Paulo, vol. 35, 1993. p. 9-27.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.