As plantas representadas como mascotes dos times brasileiros de futebol

Lucas de Esquivel Dias Brandão, Hanna Thays Soares Rodrigues, Marcelo Diniz Monteiro de Barros

Resumo


Uma pesquisa foi realizada na homepage: http://www.escudosdeclubes.com.br/, no ano de 2014, para verificar as mascotes dos times brasileiros de futebol da primeira, segunda, e daqueles times abaixo da segunda divisão (3º, 4º), das seguintes regiões brasileiras: Norte (N), Nordeste (NE), Sudeste (SE), Centro-Oeste (CO) e Sul (S). Encontrou-se um total de 627 times de futebol, dos quais apenas 12 times (1,9%) possuem como mascotes representantes do reino Plantae, e dessas, somente 3 nativas do nosso país, que são o babaçu, o juazeiro e o mandacaru. Além disso, uma atividade contendo 14 questões dissertativas foi desenvolvida para alunos do Ensino Médio com o intuito de trabalhar os aspectos biológicos dos vegetais aqui apresentados. Espera-se que os professores de Biologia tenham acesso a essa atividade e que possam trabalhar os conteúdos de Biologia nelas existentes, como por exemplo, questões socioeconômicas, ecológicas, botânicas e culturais das plantas que são representadas como mascotes dos times brasileiros de futebol, de uma forma holística. Almeja-se, ainda, que os mesmos possam desenvolver outras atividades como essa, em suas práticas educativas.

Palavras chave: Ensino de Biologia, Ensino de Botânica, Mascotes de times de futebol.


Texto completo:

21-45

Referências


ALBINO, Beatriz Staimbach; ZEISER, Cristiane Camila; VAZ, Alexandre Fernandez. Acerca da violência por meio do futebol no ensino de educação física: retratos de uma prática e seus dilemas. Pensar a prática, Goiás, v. 11, n. 2, p. 139-147, Maio/Ago. 2008.

AMADOR, Viviani Mantovani. A utilização da História da Ciência no ensino: uma contribuição. São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, 2011, 54p. Trabalho de Conclusão de curso apresentado como requisito parcial para a obtenção do grau de Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

AUSUBEL, David Paul. A aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes, 1982. 111p.

BARBOSA, Alexandre Roger Pereira; MÜLLER, Maria Cristina de Paula; WISNIEVSKI, Roberta Jorge da Silva; PADUIM, Viviane. A Arte e a Copa. pág. 14-21. In: Secretaria de Estado da Educação (org). O contexto do futebol no mundo: do senso comum à crítica pedagógica. Paraná (Curitiba): Secretaria de Estado da Educação -Superintendência de Educação, 2013. 209p.

BARONI, Simone Carina; FRIGOTTO, Tatiane Saffnauer. A geografia na copa. pág. 76-86. In: Secretaria de Estado da Educação (org). O contexto do futebol no mundo: do senso comum à crítica pedagógica. Paraná (Curitiba): Secretaria de Estado da Educação - Superintendência de Educação, 2013. 209p.

BARROS, Marcelo Diniz Monteiro, ZANELLA, Priscilla Guimarães, ARAÚJO-JORGE, Tânia Cremonini. A música pode ser uma estratégia para o ensino de ciências naturais? Analisando concepções de professores da educação básica. Revista Ensaio | Belo Horizonte | v.15 | n. 01 | p. 81-94 | jan-abr | 2013.

BATISTA, Adilson Carlos; KRUPEK, Edilson José; FIGUEIREDO, Marly Albiazzetti; FIGUEIREDO, Varilene Verdi; CALIXTO, Vilma Lenir. A crônica, o futebol e o talento brasileiro. pág. 49-53. In: Secretaria de Estado da Educação (org). O contexto do futebol no mundo: do senso comum à crítica pedagógica. Paraná (Curitiba): Secretaria de Estado da Educação - Superintendência de Educação, 2013. 209p.

BRANCO, Celso. O futebol e a música popular brasileira (1915-1990). Recorde: Revista de História do Esporte, Rio de Janeiro, v. 3, n. 1, p.1- 40, junho/ 2010.

BRANDÃO, Lucas de Esquivel Dias; RODRIGUES, Hanna Thays Soares; SOUSA, Vitor Bruno Pereira; BARROS, Marcelo Diniz Monteiro. Os mamíferos representados como mascotes dos times brasileiros de futebol. In: III Encontro Regional de Ensino de Biologia, 2015, Juiz de Fora. Anais do III Encontro Regional de Ensino de Biologia - MG, GO, TO, DF, 2015a. p. 1-12.

BRANDÃO, Lucas de Esquivel Dias; RODRIGUES, Hanna Thays Soares; SOUSA, Vitor Bruno Pereira; BARROS, Marcelo Diniz Monteiro. Anfíbios e répteis representados nas mascotes dos times brasileiros de futebol. In: III Encontro Regional de Ensino de Biologia, 2015, Juiz de Fora. Anais do III Encontro Regional de Ensino de Biologia - MG, GO, TO, DF, 2015b. p. 1-11.

BRANDÃO, Lucas de Esquivel Dias; BARROS, Marcelo Diniz Monteiro. Os peixes representados como mascotes dos times brasileiros de futebol. ENSINO & PESQUISA – Revista Multidisciplinar de Licenciatura e Formação Docente. União da Vitória - Paraná. 2016a (prelo).

BRANDÃO, Lucas de Esquivel Dias; BARROS, Marcelo Diniz Monteiro. Anfíbios e Répteis representados nas mascotes dos times brasileiros de futebol. Educere et Educare – Revista de Educação. Unioeste – Paraná. 2016b (prelo).

BRANDAO, Lucas de Esquivel Dias, BARROS, Marcelo Diniz Monteiro. Os invertebrados representados nas mascotes dos times brasileiros de futebol. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, Curitiba (PR). 2016c (prelo).

BRANDÃO, Lucas de Esquivel Dias; RODRIGUES, Hanna Thays Soares; SOUSA, Vitor Bruno Pereira; BARROS, Marcelo Diniz Monteiro. Mamíferos representados como mascotes dos times brasileiros de futebol. Trilhas Pedagógicas, Pirassununga (SP), v. 6, n. 6, Ago. 2016, p. 74-91.

CLEMENTE, Filipi; MENDES, Rui. Aprender o jogo jogando: uma justificação transdisciplinar. Exedra (online), Coimbra (Portugal), n. 5, 2011.

CONZENDEY, Sabrina Gomes; ARAÚJO, Cristiano Paulo; GOMEZ, Alzimar Fernandes; SOUZA, Marcelo de Oliveira. Uma experiência de desenvolvimento de vídeos didáticos para a apresentação de conceitos básicos de Física em escolas secundárias da região Norte – Fluminense. 2005. Trabalho apresentado no XVI Simpósio Nacional de Ensino de Física, 24 a 28 de janeiro. 2005.

COQUEIRO, Edna Aparecida. Futebol mundial como fenômeno sociológico. pág. 34-40. In: Secretaria de Estado da Educação (org). O contexto do futebol no mundo: do senso comum à crítica pedagógica. Paraná (Curitiba): Secretaria de Estado da Educação - Superintendência de Educação, 2013. 209p.

COSTA, Elaine Cristina Pereira; BARROS, Marcelo Diniz Monteiro de. Luz, câmera, ação: o uso de filmes como estratégia para o ensino de Ciências e Biologia. Revista práxis. Volta redonda (RJ), v.6, n.11, pág. 82-93. Junho de 2014.

CRUZ, Edson. Especial Paixão Nacional, o futebol ocupa espaço singular na cultura brasileira. A pátria de chuteiras. Revista PUC MINAS, Belo Horizonte, n.9, p. 28-35, primeiro semestre de 2014.

DAVIES, Mark A. Invasion Biology. Oxford University Press. 2009. 244p.

DIAS, Diego Victor Cerqueira; BRANDÃO, Lucas de Esquivel Dias; RODRIGUES, Hanna Thays Soares; SOUSA, Vitor Bruno Pereira; BARROS, Marcelo Diniz Monteiro. As aves como mascotes dos times brasileiros de futebol. Trilhas Pedagógicas, Pirassununga (SP), v. 6, n. 6, Ago. 2016, p. 9-26.

DUARTE, Marcos. Tabelinha entre ciência e futebol em livro de professor da UFABC ensina Física a jovens do Ensino Médio. Março, 2012. Disponível em : . Acessado em: 17. Ago. 2014.

DUMAS, Leandro Lourenço; DA-SILVA, Elidiomar Ribeiro. Deu zebra! A fauna brasileira nos símbolos dos clubes de futebol do país. Anais do XXI Congresso Brasileiro de Zoologia, Cuiabá, Mato-Grosso, 2016. p. 468.

ECHEVERRIA, Regina. Gonzaguinha e Gonzagão. Uma história brasileira. São Paulo: Ediouro, 2006. 374 p. ISBN: 85-00-02074-1

ENGELMANN, Priscila do Carmo Moreira; OLIVEIRA, Juanito Pereira. O esporte e o gênero midiático na aula de espanhol como língua estrangeira. pág. 55-60. In: Secretaria de Estado da Educação (org). O contexto do futebol no mundo: do senso comum à crítica pedagógica. Paraná (Curitiba): Secretaria de Estado da Educação - Superintendência de Educação, 2013. 209p.

FEDERATION INTERNATIONALE DE FOOTBALL ASSOCIATION. History of Football: The Origins. Disponível em: . Acessado em: 17. Jun. 2014.

FILGUEIRA, Fabrício Moreira; GRECO, Pablo Juan. Futebol: um estudo sobre a capacidade tática no processo de ensino – aprendizagem - treinamento. Revista Brasileira de Futebol, Viçosa, v.1, n. 2, p. 53-65, Jul-Dez. 2008.

FRANZINI, Fábio. Futebol é “coisa para macho”? Pequeno esboço para uma história das mulheres no país do futebol. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 25, n. 50, p. 315-328. 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática pedagógica. São Paulo: Paz e Terra, 1996. 52p. (Coleção Leitura).

GIASSI, Maristela Gonçalves; MORAES, Edmundo Carlos. A contextualização no Ensino de Biologia: abordagens preliminares. In: Anais do VI ENPEC - Encontro nacional de Pesquisa em Educação e Ciências, Florianópolis, Santa Catarina, 26 de Novembro a 1 de Dezembro de 2007. Disponível em: < http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/vienpec/CR2/p1116.pdf>. Acesso em: 5 jan. 2015.

GUEDES, Simoni Lahud. O Futebol brasileiro: instituição zero, 1977. 175p. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social). Rio de Janeiro: Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1977.

HEIS, Heloisa Helena Baldy; ESCHER, Thiago Aragão. A relação entre futebol e sociedade: Uma análise histórico-social a partir da teoria do processo civilizador. 2005. Trabalho apresentado no IX Simpósio Internacional Processo Civilizador: Tecnologia e Civilização, Ponta Grossa, Paraná, Brasil. Novembro. 2005.

HOLLANDA, Bernardo Borges Buarque. O descobrimento do futebol: modernismo, regionalismo e paixão esportiva em José Lins do Rego. Da música popular à brasilidade esportiva. Rio de Janeiro: PUC-RJ, 2003. 328p. Dissertação apresentada como requisito parcial para a obtenção do grau de Mestre pelo Programa de Pós-graduação em História Social da Cultura do Departamento de História da Pontifícia Universidade Católica, Rio de Janeiro. 2003.

HOMEPAGE sobre Escudos e mascotes de clubes do Brasil e do mundo. Disponível em: < http://www.escudosdeclubes.com.br/clubes_brasil.htm>. Acesso em: 16 jun. 2014.

LEONCINI, Marvio Pereira; SILVA, Márcia Terra. Futebol como Fábrica de Serviços. 1998. Trabalho apresentado no XVIII Encontro Nacional de Engenharia de Produção, Niterói-RJ, 1998.

LUCCAS, Alexandre Nicolau. Futebol e torcidas: um estudo psicanalítico sobre o vínculo social. Breve história do futebol: Origens do futebol. São Paulo: PUC-SP, 1998. 218p. Dissertação de Mestrado em Psicologia Social, Pontifícia Universidade Católica, São Paulo. 1998.

MARQUES, Mara Cristina. Mamíferos: leão. Fundação Parque Zoológico de São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 9 dez. 2014.

MÁXIMO, João. Memórias do futebol brasileiro. Estudos avançados. São Paulo. v. 13, n. 37. p. 179-187. 1999.

MEDEIROS, Francisco Emílio. O futebol de seis quadrados nas aulas de educação física: uma experiência de ensino com princípios didáticos da abordagem crítico-emancipatória. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v. 28, n. 2, p. 191- 209. 2007.

MICROSOFT PROJECT FOR WINDOWS. Excel 12.0 (Office 2007). Microsoft Corporation, 2007. Conjunto de programas. 1 CD-ROM.

MORETTO, Vasco Pedro. Prova: Um momento privilegiado de estudo, não um acerto de contas. 2° edição. Rio de Janeiro: Lamparina, 2007. 144p.

MORGADO, Andrêya Garcia da Paixão. Um bate bola entre futebol e história da literatura brasileira. 2009. Trabalho apresentado no CELLI – colóquio de estudos linguísticos e literários, Maringá, p. 179-187. 2009.

MOSCA, Hugo Motta Bacêllo. Fatores Institucionais e Organizacionais que Afetam a Profissionalização da Gestão do Departamento de Futebol dos Clubes. A História do futebol: um espelho da história do Brasil. Rio de janeiro: PUC, 2006. 189 p. Dissertação de Mestrado em Administração de Empresas, Pontifícia Universidade Católica, Rio de Janeiro.

ONOFRE, Dan Gabriel; BARBOSA, Juliana Gomes. Futebol, o patrimônio imaterial da Cidade Maravilhosa: o carioca e sua fome de gol. Revista Itinerarium, Rio de Janeiro, v. 2. p. 1-27. 2009.

PAZ, Ségio Miranda. O futebol como patrimônio cultural do brasil: estudo exploratório sobre possibilidades de incentivo ao turismo e ao lazer. A política: De 1930 a 1970. São Paulo: USP- Escola de Comunicações e Artes, 2006. 189 p. Tese apresentada à Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Doutor em Ciências da Comunicação. 2006.

QUIRRENBACH, Hanna Raquel; ROMANHOLI, Lilian Kelly dos Santos. Futebol, paixão de uma nação – a química que deu certo. pág. 68-75. In: Secretaria de Estado da Educação (org). O contexto do futebol no mundo: do senso comum à crítica pedagógica. Paraná (Curitiba): Secretaria de Estado da Educação - Superintendência de Educação, 2013. 209p.

ROLLA, Aline Bertilla Mafra; PEGORARO, Edson André; ARIAS, Valéria. Evento futebolístico mundial: uma abordagem filosófica. pág. 41-48. In: Secretaria de Estado da Educação (org). O contexto do futebol no mundo: do senso comum à crítica pedagógica. Paraná (Curitiba): Secretaria de Estado da Educação - Superintendência de Educação, 2013. 209p.

ROSA, Aluizio; JUNIOR, Idimar de Paula; BRITO, Lilian Messias Sampaio; FERNANDES, Marcio Augusto. Futebol e o evento mundial: algumas reflexões voltadas à educação física. pág. 61-67. In: Secretaria de Estado da Educação (org). O contexto do futebol no mundo: do senso comum à crítica pedagógica. Paraná (Curitiba): Secretaria de Estado da Educação - Superintendência de Educação, 2013. 209p.

SANTIAGO, Rosana B; MARTINS, Daniel Ernani; PREUSSLER NETO, Osmar. O ensino de Física através do Futebol em um Pré – Vestibular Comunitário. Trabalho apresentado no II Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia, 7 a 9 de outubro de 2010. Ponta Grossa (PR).

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO. Superintendência da educação. O contexto do futebol no mundo: do senso comum à crítica pedagógica. Curitiba (Paraná): SEED/PR. 2013. 209p.

SILVA, Kátia Freire; TEIXEIRA, Xala Tuíla Azevedo, SPÓSITO, Renata Correia Assunção; MARISCO, Gabriele. A experimentação aplicada no ensino de biologia: contribuições na aprendizagem de microbiologia no ensino médio. Trabalho apresentado no V EREBIO- Encontro Regional de Ensino de Biologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal/RN, 2013a. Disponível em: < http://www.sbenbio.org.br/verebione/docs/04.pdf>. Acesso em: 22 Dez. 2014.

SILVA, Cleovan José Costa; NASCIMENTO, André; BULHOSA, Valquiria; SANTIAGO, Rosana Bulos. Cooperação entre ciência e esporte em prol da inovação no Ensino num pré-vestibular comunitário. Revista Práxis. p. 18. Volta redonda (RJ) v. 1, Anais de Resumos - III Simpósio em Ensino em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente. Agosto / 2013b. 131p.

SILVA, Renata Priscila; SANTOS, Cínthia Natali Pontes; LIMA, Meire dos Santos Falcão; LIRA, Leandra Tamiris de Oliveira; ARAÚJO, Mônica L. Folena; SOUZA, Josilene Maria. Ensino de Ciências e Biologia na escola pública: o que dizem os educandos de seu processo formativo. Trabalho apresentado no IX CONID - Congresso de Iniciação à Docência, 2009, RECIFE. IX - Jornada de ensino, pesquisa e extensão, 2009.

SOBANSKI, Adriane de Quadros. O conceito substantivo do futebol e a formação da consciência histórica. pág. 22-33. In: Secretaria de Estado da Educação (org). O contexto do futebol no mundo: do senso comum à crítica pedagógica. Paraná (Curitiba): Secretaria de Estado da Educação - Superintendência de Educação, 2013. 209p.

SOBRINHO, José Correia; CÉSAR, Iran Hermenegildo. Torcidas organizadas de futebol: metamorfoses de um fenômeno de massa. Revista eletrônica inter-legere. Rio Grande do Norte, n. 3, p. 1-9. Jul/Dez. 2008.

SOBRINHO, Raimundo de Sousa. A importância do ensino da biologia para o cotidiano. 40 p. Monografia apresentada como requisito parcial para obtenção do título de Licenciado em Biologia. Programa Especial de Formações de Docentes da Faculdade Integrada da Grande Fortaleza, Fortaleza – CE, 2009.

STRAUBE, Fernando Costa. As aves nos símbolos do futebol brasileiro: Escudos. Atualidades Ornitológicas On-line, n.158, Nov./Dez. 2010.

ZALUAR, Alba. A Máquina e a revolta: as organizações populares e o significado da pobreza. São Paulo: Brasiliense, 1985. 270p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.