Lua: construção e representação interdisciplinar

Josie Agatha Parrilha Silva, Roberto Nardi

Resumo


O artigo apresenta resultados referentes à pesquisa desenvolvida em um curso de extensão para formação interdisciplinar de professores da rede pública estadual das áreas de Ciência, Física, Geografia e Artes Visuais. O curso foi desenvolvido numa parceria entre o Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência (UNESP-Bauru) e Secretaria de Estado da Educação - Diretoria de Ensino - Região Bauru (SEED-Bauru). O objetivo do curso foi propiciar uma vivência essencialmente interdisciplinar a partir do tema Lua, baseado na relação entre Arte e Ciência, que já existia de forma orgânica desde a publicação do Sidereus nuncius de Galileo Galilei. Um dos focos do curso foi a questão da observação e da representação da Lua. Em relação à Ciência (Física/Astronomia), foram apresentados conteúdos teórico-práticos sobre o tema como: lunação, morfologia e selenografia. Em relação à Arte (Artes Visuais), abordamos questões quanto à representação imagética a partir do desenho e de diferentes técnicas bi e tridimensionais. Inferimos que a observação e a representação imagética têm um caráter interdisciplinar uma vez que é fundamental para as áreas de Ciência e de Arte. Ao discutirmos sobre a imagem, um dos principais referenciais foi Panofsky (2007). Entre os resultados, destacamos a construção interdisciplinar realizada pelos professores nas representações da Lua.

Texto completo:

89-119

Referências


BARBOSA, Ana Mae. A imagem no ensino da arte. São Paulo: Perspectiva, 1999.

DONDIS, Donis A. Sintaxe da linguagem visual. Trad. Jeferson Luiz Camargo. 3 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

FERRAZ, Maria Heloísa C. & FUSARI, Maria F. Resendi. Metodologia do ensino da arte. São Paulo: Cortez, 1999.

FIORINI, Roberto. Esistenza, Spazio e Ufficio. Ravenna: Lean Work Space, 2011. p. 94. Disponível em: . Acesso em: 15 set. de 2016.

FLECK, Ludwik. Gênese e desenvolvimento de um fato científico. Trad. George Ott e Mariana Camilo de Oliveira. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2010.

GOMBRICH, Ernst. Arte e ilusão: um estudo da psicologia das representações pictórica. Trad. Raul de Sá Barbosa. 4 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

JOLY, Martine. Introdução à Análise da Imagem. Trad. José Eduardo Rodil. Lisboa: Edições 70, 1994. Disponível em: . Acesso em 10 set. 2016.

KUHN, Thomas Samuel. Comentários sobre a relação entre Ciência e Arte. In: A tensão essencial: estudos selecionados sobre tradição e mudança cientifica. Trad. Marcelo Amaral Penna- Forte. São Paulo: UNESP, 2011.

LOWENFELD, Viktor. A criança e sua arte. São Paulo: Mestre Jou, 1976.

LUQUET, Georges-Henri. O desenho infantil. Barcelona, Porto Civilização, 1969

PANOFSKY, Erwin. Significado nas Artes Visuais. Trad. M. C. F. Keese e J. Guinsburg 3. ed. São Paulo: Perspectiva, 2007.

PIAGET, Jean. A equilibração das estruturas cognitivas. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.

PILLAR, Analice Dutra. A educação do olhar do ensino das artes. Porto Alegre: Mediação, 1999.

ROSSI, Maria Helena Wagner. Imagens que falam: leitura da arte na escola. Porto Alegre: Editora Mediação, 2003.

SANTAELLA, Lúcia. Leitura de Imagens. São Paulo: Melhoramentos, 2012. (Como eu ensino)

SILVA, Josie Agatha Parrilha da; DANHONI NEVES, Marcos Cesar. Codex Cigoli-Galileo: ciência, arte e religião num enigma copernicano. Maringá: EDUEM, 2015.

VYGOTSKY, Lev Semenovitch. Pensamento e Linguagem. Rio de Janeiro: Martins Fontes, 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.